sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Minha Saga Aérea!

Já diz o ditado: O barato sai caro. Pois é....esse ditado é a mais pura realidade.
Ontem comprovei isso!
Bem, por algumas dezenas de reais a menos (rsrs) comprei minha passagem Brasilia/Guarulhos com a BRA.
Prá começar, o embarque era no terminal 2, que fica antes do Aeroporto Internacional de Brasília. Esse terminal mais parece uma rodoviária do Amapá em véspera de feriado, maior calor, super cheia.
O meu vôo, que estava marcado para às 18:50, foi confirmado para sair às 19:40 mas só decolou mesmo às 21h!!!! Isso mesmo, quase uma hora e meia na antesala do inferno.
Eu lá dentro, mais confortável do que uma sardinha em lata, mais confortável do que bóia-fria em pau de arara...era eu, lá no assento 8c da BRA.
Era tanta gente chique, prá não dizer o contrário, tinha criança chorando, uma revista de bordo que era tão atual que anunciava o Pan e o dia dos namorados. Um espetáculo de revista, segunda a senhora que sentou do meu lado.
Bem, depois de tomar uns mil copinhos d´água e de perguntar o que tava havendo, vieram falar que a demora era devido a um vôo que estava para chegar, cujo os passageiros embarcariam também no nosso vôo. Quer dizer, a BRA faz as mutretas dela para lucrar mais e nós que pagamos o pato.
Enfim o avião começou a taxiar, taxiar, taxiar, taxiar que todos achavam que ele tinha desistido de voar e iria via rodovia mesmo.
Tá bom, o vôo decolou, fizemos uma escala em Goiânia, esperamos só um pouquinho, mais uma galera desceu, outra galera subiu e fomos...finalmente....rumo à Guarulhos.
Chegando lá ( às 23:30 e não 21h como era previsto) tivemos a alegre noticia de que o ônibus que eles ofereciam de Guarulhos para Congonhas sairia somente dentro de uma hora. Esperamos esses 60 minutos, ouvimos outros passageiros de outros vôos reclamarem e teve até um senhor que sugeriu que o nome fosse trocado: ao invés de BRA se mudasse para BLAH. Eu adorei!!!
Quando o ônibus chegou e me sentei, senti um conforto incrível....rsrsrsrs, era mil vezes superior ao assento do bendito avião (leia ônibus com asas).
Enfim, às 01:30 cheguei em Congonhas e pude me encontrar com minha mãe e meu irmão.
Sei que lendo pode parecer exagero, mas aconteceu tudo isso mesmo, foi tragicómico. Como diria a mesma senhora que citei acima: Esse vôo tá surreal!

Ainda bem que minha volta não vai ser por eles.

O Ministério da Saúde adverte: a BRA faz mal para os nervos e a circulação sangüínea.

3 Comentários:

Blogger vanessa_ffrederico disse...

Realmente... caos aéreo em tempos de velocidade e agilidade nas informações e rotinas, é fogo! Como podem não acompanhar os avanços? O mínimo que merecia era uma explicação... imagino o q passou, pois ocorreu quase o mesmo cmg.
Mas que bom q está tudo bem, deu tudo certo e vc está, enfim, curtindo sua família linda!

Bjos enormes pra essa guria q escreve maravilhosamente bem... Bjos!

14 de setembro de 2007 18:36  
Anonymous Juliana Calixto disse...

hahaha q pior viajar de BRA, fala serio ne Fabs, deveria mesmo ter pego o onibus executivo pra Sampa. Uma amiga minha me contou q as vzs vc consegue a silver tape nos bancos hahaha. Ah vc esqueceu de dizer q em Bra vc senta onde quiser hahah
Bjos

15 de setembro de 2007 22:13  
Anonymous Adriane disse...

hahahahah voar de BRA eh igaul pegar o ônibus F pra voltar do HOB as 2 da manhã no Domingo à noite... might as well walk home lol!!! saudades de vc viu .. aih aihh

7 de outubro de 2007 13:39  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial